Como diz a propaganda da Apple: “Um app por vez”.

Agora é a vez dos candidatos ao Exame de Ordem dos advogados do Brasil poderem testar inequivocamente e da forma mais prática e moderna, aferindo – antes da prova! – se todo o esforço, dedicação, investimento de tempo e dinheiro, se transformarão na necessária aprovação para o exercício da profissão e prática do Direito.

iOrdem OAB

O Ato

O ato que transforma o bacharel em Direito em advogado é dividido em duas fases. A primeira, uma prova vestibular, é o foco do iOrdem app para iPhone e iPad; a seguinte é uma prova prática, para aqueles que na primeira forem aprovados.

Como em todo vestibular, a prova que a Fundação Getúlio Vargas aplica de forma unificada em todo o Brasil é cheia de “pegadinhas” e detalhes, que repetidos de exame em exame ainda tem cobrado muito de seus participantes, tendo em vista o expressivo número de candidatos reprovados.

Conhecer a matéria pode não ser suficiente para garantir uma boa performance, especialmente no cenário que se apresenta pela organização do exame. O examinador moderno pretende aferir não só conhecimentos, mas testar nessa simulação como se porta o candidato quando precisa combinar diversas técnicas para atingir o resultado necessário no dia-a-dia profissional.

Conhecimento técnico, atenção, raciocínio lógico, agilidade, concentração e tantos outros são simulados nesse ambiente.

Contra o tempo, entre pessoas desconhecidas, e fora da habitual zona de conforto, caberá ao candidato responder oitenta questões de diversos temas do direito, para só então classificar-se para a prova com perguntas objetivas e uma peça prático-profissional, a chamada petição.

O Aplicativo

Com o mote em latim, inerente aos advogados, “Usus Est Magister Optimus”, ou em português “A prática é mestra de todas as coisas”, o aplicativo iOrdem se apresenta como um teste acadêmico/ergométrico na vida do recém-formado, demonstrando até onde ele consegue chegar.

O aplicativo é simples e fácil de usar. São questões das provas que foram aplicadas nos últimos três exames, idênticas àquelas que foram aplicadas aos recentes advogados aprovados. Você inicia selecionando a matéria desejada.

OAB

Lê-se o enunciado, avaliam-se as alternativas. Feita a opção o aplicativo decreta: certa (um som é emitido) ou errada a resposta (o iPhone vibra).

OAB

Ao final das questões de determinada matéria um gráfico e um histórico são apresentados para que o candidato possa aferir sua performance. É possível ainda comparar resultados e desafiar colegas através do Game Center.

OAB

De onde bem entender e a qualquer momento poderá o candidato, munido de seu iPhone ou iPad, treinar com base em questões reais das diversas matérias cobradas pela OAB, para que vá se acostumando com os enunciados e como são formuladas as alternativas.

OAB

O iOrdem segundo seu desenvolvedor, Adriano Ramos, tem a grande vantagem de poder ser utilizado por matérias, possibilitando identificar quais temas têm o pior resultado e necessitam reforço nos estudos.

Considerações Finais

É bem verdade que treinando acaba-se aprendendo, e mesmo não sendo a primeira intenção do iOrdem servir como fonte de conhecimento das provas anteriores, o fato é que é uma excelente ferramenta para ajudar na aprovação do candidato.

Três provas estão disponíveis atualmente na app Store, as de número XI, XII e XIII – cada uma com 80 questões e por apenas US$ 0,99. É um bom investimento para quem está estudando para o exame da ordem.

AppStore

Uma simples pesquisa na app Store com a palavra “iOrdem” apresentará todas as provas disponíveis. No Facebook além de informações úteis sobre as provas, assuntos correlatos ao direito serão abordados. Você também pode acessar a fã-page através do endereço: https://www.facebook.com/pages/IOrdem/780757511963928?ref=hl

Bons estudos!

COMENTÁRIOS:

comentários